Bebê sequestrado em hospital do DF de madrugada é encontrado

Cerca de seis horas depois de ter sido sequestrado do Hospital Regional de Taguatinga (HRT), um recém-nascido foi recuperado, na manhã desta quinta-feira (28/11/2019). Servidores do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) afirmaram que a suspeita deu entrada na unidade de saúde.

A mulher pediu a ajuda do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) com a desculpa de que teria dado à luz um menino em casa. Ao chegarem no HRC, os profissionais estranharam e, ao investigarem o caso, perceberam que poderia ser a criança levada do HRT.

A polícia e os familiares chegaram juntos ao hospital e confirmaram que se tratava do mesmo bebê. A suspeita, então, foi presa.

Francisca de Almeida Ribeiro, 55 anos, avó da criança, confirmou que seu neto foi encontrado. “Graças a Deus”, disse ao Metrópoles. Segundo ela, a suposta sequestradora foi presa.

Minutos depois, uma das irmãs de Larissa de Almeida Ribeiro, 21, mãe do menino, postou uma foto em rede social.

Reprodução/Instagram

A Polícia Civil (PCDF) começou a investigar o sequestro ainda na madrugada desta quinta-feira (28/11/2019). De acordo com familiares do menino, uma mulher de jaleco teria visitado a criança e a mãe às 3h e a levado para fazer um exame de glicemia. No entanto, não a devolveu.

“Mais ou menos umas 3h da madrugada, uma mulher de jaleco apareceu e disse que tinha que fazer um exame de glicemia. Mas minha irmã ficou incomodada com a demora”, contou Luana de Almeida Ribeiro, 22 anos, irmã de Larissa de Almeida Ribeiro, 21, mãe do bebê.

Segundo comunicado da PCDF, “a Divisão de Repressão a Sequestros (DRS) informa que a autora do crime foi presa e conduzida para a sede da divisão. A criança está no Hospital Regional de Ceilândia e foi reconhecida por sua mãe”. Ainda de acordo com a nota, ambos ficarão internados no HRC.

Secretaria

A Secretaria de Saúde confirmou que uma paciente comunicou à equipe da enfermaria da ginecologia que seu bebê foi levado para exames e não teria retornado. A ocorrência foi registrada de imediato pela enfermeira no posto policial do hospital. No início da manhã, a mãe foi levada à delegacia para prestar depoimento.

“O HRT está colaborando com a polícia, com informações que possam ajudar a solucionar o caso. O bebê, que estava no terceiro andar, onde havia segurança, nasceu às 8h da manhã de ontem (quarta-feira), de parto cesariana”, disse a Secretaria de Saúde, em nota.

Ainda no documento, a pasta informou que a equipe de vigilância do hospital conta com 15 seguranças e um supervisor. “Assim que o fato foi comunicado, os vigilantes iniciaram uma varredura em todas as instalações do hospital e na área externa. Desde a madrugada, seguranças do hospital, juntamente com as polícias Militar e Civil, fazem buscas nas áreas próximas ao hospital”, destacou.

A Saúde informou que, no HRT são realizados, em média, 300 partos por mês. Este ano, até outubro, foram registrados 3.562 partos.

Sequência

A criança tinha apenas 19 horas de vida quando foi levado. A avó materna, Francisca de Almeida Ribeiro, 55, conta que a filha havia sido transferida da UPA do Gama para o HRT ainda nessa terça-feira (26/11/2019), mas o parto só ocorreu na manhã de quarta (27/11/2019).

“Foi um bom parto. Fomos transferidos da UPA do Gama porque lá não poderíamos realizar o ultrassom”, lembra. Em Taguatinga, após a cesariana, Larissa não pôde ficar com acompanhantes, segundo os familiares, porque ela tinha que ficar em observação.

Por volta das 10h da manhã dessa quarta-feira (27/11/2019), Francisca voltou para casa, mas manteve contato com a filha. “Eu falei para ela: ‘Cuida do bebê, não deixa ninguém pegar nele’”, diz.

“Eles vão ter que pagar. É muita falta de responsabilidade”, revolta-se Francisca, na porta da 12ª DP, referindo-se ao hospital.

O post Bebê sequestrado em hospital do DF de madrugada é encontrado apareceu primeiro em Metrópoles.

Ver fonte
Autor: Andrews Nery